Despedida das paulistinhas

Ola galera

Agradeço as pessoas que acompanharam o blog, confesso que eu e Camilla sempre falavamos sobre o último post, que é triste e tal…mas isso é inevitavel e a partir do momento que vc se propoe a algo, precisa ir ate o fim. Tudo tem um começo, meio e fim.

Eu voltei ao Brasil a 20 dias e Camilla ficou em Dublin, ela tem planos de ficar por um ano ou mais.

Meus planos era ficar ate agosto. mas assim que terminei o curso, peguei o avião e voltei. Reencontrei amigos e família, estou em busca de uma recolocação no mercado de trabalho e posso dizer que estou tranquila. 

Na vida, as coisas nem sempre saem conforme almejamos, mas temos que fazer tudo que estiver ao nosso alcance pra que chegue perto. Sempre falo aos meus amigos, que o NAO já temos, e isso é 50 por cento, então o SIM é uma questão de esforço e muita força de vontade.

Sem arrependimentos.

Imagem

Desejo boa sorte a quem esta buscando seu sonho e desejo que assim como nós, tenham sucesso.

Abraços

 

 

Retorno ao Brasil

Ola pessoal

Muitas coisas boas aconteceram, ja retirei o certificado do curso e retorno ao Brasil dia 4 de junho. 

Estou extremamente feliz pois consegui alcançar minha meta.

Meu intuito nunca foi de passar anos fora de casa, era vir estudar e saber como é um intercambio e graças a Deus as coisas sairam melhor que o esperado.

Conheci pessoas maravilhosas que foram uma segunda família nestes meses que morei aqui.

Fecho meu intercambio com chave de ouro.

Na próxima semana irei para Barcelona e Paris, lugares que sempre almejei conhecer. Com certeza postarei todas as fotos aqui.

Retorno feliz para meu pais, com a sensação de missao cumprida e cheia de saudades.

Beijos a todos

Imagem

Vanessa

Howth

Antes de ir pra Londres, passei um dia em Howth, uma cidade proxima de Dublin, com um belo porto, praia, montanhas.

Achei muito charmosa  e estava tendo o festival do camarao, entao lotada de gente, parquinho funcionando, bem animada.

Alem da paisagem, tem muitos brechos por lá, assim como em quase todas as cidades que visitei na Europa , com roupas de excelente qualidade.

Quem tiver de boa, no final de semana, pega um Dart e vai conhecer Howth, tenho certeza que assim como eu, irão adorar!

Agora as fotos:

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

 

Londres, sua linda !

Hello guys

 

No final de abril fiz a minha primeira viagem fora da Irlanda, com a cara e a coragem.

Joguei algumas roupas na mochila e fiquei 4 dias em Londres.

Fui sozinha mesmo, pois a Camilla estava trabalhando e não pode me acompanhar.

Confesso que achei pouco 4 dias e não consegui ir a todos os lugares que gostaria.

Fiquei impressionada com a eficiencia do sistema de transporte, o metro é super eficiente e te dá a possibilidade de ir a todos os pontos da cidade.

Gastei 60 pounts com metro e trem.  Meio carinho, mas com essa carteirinha, pude andar a vontade  todos os dias que lá estive.

A cidade é linda, cinza e é lógico que choveu, mas também saiu sol nos 2 ultimos dias.

Enfim, foi tudo de bom essa experiencia, deu pra me virar no ingles, estava apreensiva, mas as pessoas foram muito proativas em ajudar.

Agora as fotos ^-^

ImagemImagemImagemImagemIMG_0058 (2)Imagem

Imagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

The Battle of Clontarf Festival

Hoje aconteceu um festival bem interessante em Dublin, chamado The Battle of Clontarf Festival, contando um pouco da história dos vikings, costumes, batalhas e etc. 

Pra quem curte historias medievais, celtas é uma boa pedida.

Realizou – se no ST Anne’s Park, em D5. Havia muitas pessoas, o tempo estava lindo, com muito sol, enfim, valeu a pena.ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

NEM TUDO SÃO FLORES…

Me sinto extremamente incomodada, cada vez que leio o que o povo acha de fazer um intercambio. 
Nem tudo são flores, sonhadores.
É preciso muita coragem pra abrir mão do seu estilo de vida, das suas coisas, privacidade, emprego e vir ralar em um pais que apesar de lindo e organizado, nao te reconhece como um igual, aqui você não passa de um “foreign”. E não importa suas experiencias profissionais e diplomas que tenha acumulado no decorrer da vida, pois de nada valerá. O maximo que conseguirá é um sub-emprego de Cleaner, rickshaw, aupair, kitchen porter, entregar jornal e por ai vai.
Alem do que a concorrencia é grande, existem muitos outros foreign e você precisa ter um ótimo nivel de ingles pra conseguir um emprego decente.
E quando consegue, precisa ter muito sangue frio pra aturar as humilhações e trabalha pesado, pois aqui você não passa de um número e se não quiser, tem mil pra tomar sua vaga.
Sem contar a saudade de casa, dos amigos e até daquele emprego filha da puta que tinha.

A unica parte boa, é morar na Europa, ter facil acesso pra conhecer outros paises, seu ingles melhora consideravelmente e você conhece pessoas incriveis. 

Aqui você cresce e aprende a valorizar pequenas coisas.

Deixa de deslumbre, pessoal.