Hoje é festa na Irlanda…Dia de São Patricio-Saint Patrick Day

Para quem ainda não conhece, vou relatar quem é este santo e qual o significado dele para os irlandeses.

Independente da sua crença, provavelmente você já ouviu falar do dia de São Patrício, tradicional feriado irlandês comemorado anualmente em todo o mundo (onde haja irlandeses), no dia 17 de março. Há muito mais no dia de São Patrício do que somente “vestir roupas verdes”.

Quem é São Patrício?

Importantes figuras históricas são freqüentemente escondidas pelos mitos e lendas atribuídos a eles durante os séculos, e São Patrício não é uma exceção. Acredita-se que ele tenha nascido no final do século IV, sempre sendo confundido com Palladius, um bispo que foi enviado pelo Papa Celestino, em 431, para ser o primeiro bispo dos católicos irlandeses. Segundo a Encyclopedia Britannica, São Patrício era o patrono santo e apóstolo da Irlanda, responsável por levar o Cristianismo para o país. A maior parte do que se sabe sobre São Patrício vem de seus dois trabalhos: o Confessio (site em inglês), uma autobiografia espiritual, e sua Epístola, uma denúncia da crueldade britânica contra os cristãos irlandeses. São Patrício se descreveu como um “homem de mente humilde espalhando um contínuo canto de glória e agradecimento a seu Criador por tê-lo escolhido como instrumento por meio do qual multidões tinham adorado a Deus e coisas sujas tinham se transformado em pessoas de Deus”.

São Patrício é mais conhecido por tirar as cobras da Irlanda. É verdade que não existem cobras na Irlanda, e provavelmente nunca houve – a ilha foi separada do resto do continente no final da Era Glacial. Assim como muitas religiões pagãs, o símbolo da serpente era comum e normalmente cultuado. Tirar as cobras da Irlanda provavelmente seria o simbolismo para terminar com essa prática pagã. Embora não tenha sido o primeiro a trazer o cristianismo para a Irlanda, Patrício é considerado como a pessoa que encontrou os Druidas de Tara (site em inglês) e aboliu seus rituais pagãos. A história conta que ele converteu os chefes e governantes dos guerreiros, batizando-os e a milhares de seus súditos nas “Holy Wells”, que permanecem com esse nome.

Existem vários registros da morte de São Patrício. Um dos registros diz que ele morreu em Saul, Downpatrick, Irlanda, em 17 de março de 460 a.C. Seu maxilar foi preservado num santuário de prata e sempre é pedido em casos de epilepsia, nascimentos e como proteção contra “mau olhado”. Outro diz que ele morreu em Glastonbury, na Inglaterra, e que foi enterrado lá. A capela de São Patrício ainda existe, como parte do mosteiro de Glastonbury. Hoje em dia, muitos locais de culto católico ao redor do mundo têm o nome de São Patrício, incluindo catedrais em Nova Iorque (EUA), Dublin (Irlanda) e Toowoomba, Queensland (Austrália).

Origens do dia de São Patrício

Tradicionais bênçãos irlandesas

  • Leprechauns, castelos, boa sorte e alegria; canções de ninar, sonhos e amor todo dia. Poemas e músicas com flautas e tambores; Muito boas-vindas aos que aqui chegam.
  • Que São Patrício o proteja onde quer que você vá e em tudo o que você faça – e que sua amada proteção seja sempre uma bênção para você.
  • Que possa a estrada estender-se para encontrar-te. Que o vento esteja sempre às tuas costas Que o sol brilhe cálido sobre os teus campos, e até que nos encontremos novamente, que te sustente Deus na palma de Sua mão.

O dia de São Patrício tem sido associado a tudo o que é irlandês: qualquer coisa verde e dourada, trevos e sorte. O mais importante para aqueles que celebram seu real significado é que o dia de São Patrício é um dia tradicional de renovação espiritual e de oferta de orações para missionários de todo o mundo. Os irlandeses são descendentes dos antigos celtas, mas os vikings, normandos e ingleses contribuíram para a natureza etnica desse povo. Séculos de domínio inglês eliminaram muito o uso do antigo idioma galês ou irlandês. A maioria dos irlandeses é formada por católicos ou protestantes (anglicanos membros da Igreja da Inglaterra).

Então, por que esse dia é comemorado em 17 de março? Uma teoria é de que esse foi o dia em que São Patrício morreu. Desde que o feriado começou na Irlanda, acredita-se que, conforme os irlandeses se espalharam pelo mundo, eles levaram consigo a história e as comemorações. O maior exemplo disso, é claro, vemos na Irlanda. Exceto bares e restaurantes, quase todo o comércio fecha no dia 17 de março. Como é um feriado religioso, muitos irlandeses vão à missa, pois 17 de março é o dia tradicional em que se reza pelos missionários no mundo todo antes da celebração começar.

Em cidades norte-americanas com grande população irlandesa, o dia de São Patrício é muito importante. Grandes e pequenas cidades o comemoram com desfiles, “desfiles verdes”, músicas, comidas e bebidas irlandesas e atividades para crianças, como artes, pinturas e jogos. Algumas comunidades chegam até a tingir rios ou córregos de verde!

O trevo e a pedra Blarney

Segundo a Encyclopedia Britannica (site em inglês), um trevo é “qualquer uma das várias plantas trifólias (plantas cujas folhas são divididas em três). Trevos comuns incluem o oxalis (Oxalis acetosella – site em inglês) da família Oxalidaceae ou qualquer uma das várias plantas da família da ervilha (Fabaceae), incluindo o trevo branco (Trifolium repens – site em inglês) e o trevo amarelo menor Trifolium dubium.” Segundo a lenda irlandesa, São Patrício escolheu o trevo como símbolo da Santíssima Trindade da igreja pelo fato de suas folhas serem divididas em três e presas a um único caule. O oxalis é enviado da Irlanda para outros países em grandes quantidades para a comemoração do dia de São Patrício.

A noroeste de Cork está Blarney. O nome Blarney vem do irlandês An blarna, “a planície”. Ela abriga o Castelo Blarney, de 27,4 m de altura. O castelo que se visita hoje foi o terceiro construído no local, em 1446.

Construído numa rocha por cima de várias cavernas, a torre teve originalmente três histórias. No topo principal, bem abaixo das muralhas no parapeito, fica a famosa pedra Blarney. Embora sua origem seja desconhecida, a pedra Blarney tem fama de presentear com a eloqüência (habilidade de falar bem) todos aqueles que a beijarem. Hoje em dia, Blarney significa “a habilidade de influenciar e persuadir com palavras justas e discurso gentil, sem ofender”.

Beijar a pedra é uma façanha física. Você precisa sentar de costas para a pedra e um guia local ou um amigo se sentar em suas pernas ou segurar firmemente seus pés; então, você se inclina para trás e para baixo, em direção à escuridão. Entre as paredes do castelo (5,5 m); segurando-se nos corrimãos de ferro, você se abaixa o suficiente até que sua cabeça fique no mesmo nível da pedra.

Uma lenda local diz que uma velhinha que havia sido salva de um afogamento por um rei de Munster o havia recompensado com um feitiço: se ele beijasse uma pedra do topo de um castelo, conquistaria o poder da palavra e, com isso, conseguiria tudo. Não se sabe, entretanto, quando e como a palavra “blarney” entrou no idioma inglês e no dicionário.

Irlandeses famosos nos Estados Unidos

Junto a outros imigrantes, os irlandeses foram para os Estados Unidos durante séculos. Ricos e pobres, protestantes e católicos romanos, procurando por fortunas ou refugiados, todos viram um novo começo nos Estados Unidos e muitos deles ajudaram a fortalecer a estrutura de nosso país, incluindo:

  • John e Ethel Barrymore: célebres atores de teatro e cinema;
  • Charles Carroll: nomeado procurador geral de Maryland em 1688. Seu neto assinou a Declaração da Independência;
  • Henry Ford: fundou a Ford Motor Company;
  • Judy Garland: humorista e cantora, Dorothy em “O mágico de Oz”;
  • Patrick J. Hurley: secretário de Guerra do presidente Hoover;
  • John F. Kennedy: primeiro norte-americano irlandês católico a ser eleito presidente dos Estados Unidos da América;
  • Archibald Mellon: patriarca da família Mellon, conhecida nas áreas de indústria, finanças, educação e patrocínio às artes;
  • Augustus Saint Gaudens: escultor do século XIX.

Para maiores informações sobre irlandeses nos Estados Unidos, visite a American Irish Historical Society (site em inglês) ou o jornal The Irish Voice (site em inglês).

Agora que você sabe tudo sobre São Patrício, sobre seu dia e as lendas associadas a sua comemoração, saia, aproveite o dia de São Patrício e não se esqueça de vestir roupas verdes!

pats2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s